quarta-feira, 22 de abril de 2009

Preso no tempo


Relógio (Clock) - Paris, upload feito originalmente por Japa Back to Floripa!!!.

Ê coisa difícil. Falta tempo pra vida na medida inversa em que faço mais coisas. O tempo falta por que faço mais coisas. Otimizo e ainda assim me falta. Faço mais e ele fica menos, não dá pra ser assim.

...

Em sala de sete e meia as dezoito horas. Meia hora de almoço. No tempo livre correção. Fiz tudo e no fim, não fiz. Precisava de mais tempo, arrumar mala, limpar o quarto que ficou sujo de obra, comer, descansar e simplesmente ficar a toa. O tempo é assim, a gente aperta e continua não cabendo.

...

O tempo do ócio. O ócio que é ócio, em contraposição ao ócio produtivo capitalista. Ócio livre, relaxado e sem compromisso. Ócio por direito, ou mesmo invertido, sem direito algum.

3 comentários:

Flor D'Alma disse...

Gostei. Me lembrou da discussão heideggeriana sobre o ter e não ter tempo. Mas não lembro exatamente como ele coloca a questão, rs. Preciso voltar a ler Heidegger... Mas cadê tempo pra isso? Rs.

Hermida disse...

Se liga bonitão, falando em tempo, quando for possível expremer algum, passe no Tibau para um café*.


*Ou bebida de sua preferência.

Flor D'Alma disse...

Aniversariante de amanhã, está lá o que você me pediu.
Bjos.